26 Fevereiro 2013

Adriana Mattos Fráguas

Escrito por  Publicado em Formadores
Avalie este item
(0 votos)

 

                                                                                      Regional Pertencente

                                                                                      APTF-SP

                                                                                                                 Associada ABRATEF
                                                                                                                 Categoria: Titutar 

Contato:   
O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.

Instituto Sistemas Humanos

Rua Padre Carvalho, 71  
05427-020 - Pinheiros - São Paulo 

Telefone: +55-11-30319941

HISTÓRICO - CV

Adriana Mattos Fráguas Minha história até chegar à Terapia de Família... Para iniciar, não posso deixar de pensar nas primeiras experiências de proximidade e intimidade com a saúde . uma infância curiosa.. Quando nasci, meu pai, médico, era diretor de um grande hospital psiquiátrico do Estado. Naquela época, era necessário que o diretor e administrador morassem no próprio hospital. Assim sendo, passei meus primeiros anos numa convivência próxima e cotidiana com as pessoas internas daquele hospital.

A missão de cuidar do outro é forte em minha família de origem. Dessa maneira, fazer psicologia fez parte de meu destino e minha escolha se pautou num interesse muito grande em acompanhar mais de perto e entender os fascínios da mente humana e suas inter-relações. 

Terminei minha graduação na PUC/SP em Psicologia em 1981, e em seguida, fiz minha primeira especialização, no Sedes Sapientiae, em terapia infantil, psicodiagnóstico e psicomotricidade. Em 1984, comecei a estudar e atender famílias, acompanhada e supervisionada por Sandra Fedullo Colombo.
Fui admitida como sócia titular junto à APTF em sua fundação, na gestão de Dra. Rosa Maria Macedo, já cumprindo na ocasião os requisitos estabelecidos para a filiação. Quando o ITF/SP foi fundado, embora já fossereconhecida como terapeuta familiar, a convite e por sugestão de Sandra, fiz a formação, buscando pertencimento em uma nova identidade profissional, ampliando minha rede e a oportunidade de aprofundar o estudo da teoria sistêmica e seus principais autores. Sandra foi uma pessoa importante nesse momento de minha trajetória, pois me apresentou um modelo de atendimento onde incluía todo o sistema familiar e, além disso, a pessoa do terapeuta, com sua história, que é a ferramenta mestra do trabalho terapêutico. Janice Rechulski também foi importante nesse processo: sua sabedoria silenciosa e discreta, seu jeito amoroso e respeitoso de doação e cuidado acolheram meu jeito de ser na relação. Em seguida, fiz a formação de formadora. Continuei no ITF até 2001, quando juntamente com Sandra, Janice e demais colegas, fundamos o Sistemas Humanos — Núcleo de Prática e Pesquisa Sistêmica.

Foi confortável encontrar um grupo de pertencimento afetivo, com ideais afins e compartilhados, ou seja, nossa crença no significado da formação de terapeutas, considerando a importância do trabalho pessoal do aluno e sua história familiar, e também na construção artesanal, com vivências em pequenos grupos, criando intimidade e possibilidades de partilhar histórias e construir novas narrativas. 

Esse lugar, que inclui as formações anteriores, mais a experiência agregada no decorrer dos anos de atuação clínica, é um lugar de privilégio, pela importância e responsabilidade em trabalhar com os alunos seu processo de vir a ser terapeuta, tecendo os fios de suas histórias, junto às tramas de suas famílias de origem, buscando tesouros, às vezes escondidos, ajudando-os a escrever novas narrativas, preparando e legitimando-os como terapeutas de família.

 

PRODUÇÕES - CARREIRA PROFISSIONAL

FRÁGUAS, A. M. Famílias e Transtornos Alimentares. “In: OSÓRIO, L. C., VALLE, M.E.P. (Orgs.). Manual de Terapia Familiar. Porto Alegre: Artmed, 2009.

Ler 24427 vezes

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.