Sistemas Humanos

Sistemas Humanos

Sistemas Humanos

Nossa Jornada Científica se aproxima!

Inscrições de trabalho abertas

Anote na agenda: 28/11, das 8h às 16h




Curso de Formação em Terapia de Família e Casal

março/2016


O Instituto Sistemas Humanos já está com as inscrições abertas para o curso de formação em Terapia de Família e Casal. Dirigido a profissionais das áreas de humanas, saúde e educação interessados ou envolvidos no trabalho com famílias, o curso tem duração de três anos e conta com aulas teóricas, seminários, atendimento e interlocução clínica ao vivo, genograma, vivências e pesquisa.

Mais informações podem ser obtidas no site do Sistemas Humanos ou pelo telefone (11) 5505-8911 (falar com Nice). 
 

Atendendo a pedidos, o Instituto Sistemas Humanos oferece, nesta sexta e sábado (23 e 24/10), um evento sobre sexualidade.

Nossa história se transforma com a mudança em nossa forma de nos comunicar, e também no uso dos meios de comunicação atuais que permitem acesso e participação em um mundo em constante mudança, influenciando-o dialeticamente.

Assim, teremos a oportunidade de estar em um grupo cuja tradição é respeitar o ser humano em suas múltiplas existências, recebendo convidados e palestrantes interessados nesse relevante assunto que nos diz muito, tanto como terapeutas como indivíduos.


(Fotografia de Hans Breder)

Sexta, 16 Outubro 2015 17:11

Parceria Unaccam X Sistemas Humanos

UNACCAM

Criada em 2001, por Ermantina Moniz Ramos (Tininha), Diretora e Fundadora da FEMAMA – Federação Brasileira de Instituições Filantrópicas de Apoio à Saúde Mamária da RFCCESP – Rede Feminina de Combate ao Câncer do Estado de São Paulo e Fundadora da UNACCAM – União e Apoio no Combate do Câncer de Mama.
Tem por objetivo capacitar voluntários e agentes de saúde, tornando-os multiplicadores de informações em saúde mamária, bem como, prestar apoio aos pacientes com câncer de mama e seus familiares. A Unaccam concretiza esta missão efetuando visitas hospitalares e também através de cursos que são ministrados por médicos da Sociedade Brasileira de Mastologia ( Regional de São Paulo ), Sociedade Brasileira de Oncologia , Sociedade Brasileira de Ginecologia, Psico-Oncologia, Cirurgia Plástica, Cuidados Paliativos, Genética e por uma equipe multidisciplinar. Estes cursos acontecem há 20 anos no Auditório José Bonifácio, no espaço cedido pela Assembléia Legislativa de São Paulo.
Como meta, promove campanhas de divulgação e de prevenção da saúde mamária desmitificando que o câncer mata ou não tem cura e que, se detectado precocemente, é possível ter uma melhor qualidade de vida.

A Unaccam é uma Instituição comprometida em promover a interação entre os Voluntários do Brasil e da América Latina, estabelecendo uma rede de comunicação que possibilita a troca de informações e de experiências.

Os Voluntários formados nestes cursos são indivíduos que se dispõem a apoiar a divulgação das campanhas de saúde mamária.

Na maioria são profissionais liberais, psicólogos, advogados , assistentes sociais, pedagogos, arte-terapeutas, médicos, professores, líderes comunitários e donas de casa.

Nos anos 60, pudemos experimentar a Revolução Sexual, muitas mudanças e questionamentos que nos ajudam ainda hoje. Depois dessa reviravolta, passamos por um momento de calmaria e estabilidade, dando a sensação de que já sabíamos tudo. Mas o mundo mudou e surgiram novos questionamentos úteis para o dia a dia.

Movidos pelo desejo de contínua adaptação ao mundo, o Sistemas Humanos organiza um evento que pretende não apenas discutir, mas integrar, ainda que por dois dias, essas múltiplas vozes da sexualidade.

O evento ocorrerá em 23 e 24 de outubro e tem a proposta de pensar a sexualidade nos dias de hoje e em suas múltiplas formas. A experiência dos convidados é a chave do evento. Conversar com eles sobre como pensam e vivenciam a sexualidade, não pode ser útil para nossos repertórios?

Nos tempos atuais, as reflexões sobre a legitimação das expressões de gênero, identidade, orientação e relação amorosa têm acontecido cada vez com maior frequência, e é notório esse impacto para todas as pessoas. A possibilidade de refletir sobre sua própria existência e o alargamento de suas variações, faz daqueles que se relacionam os detentores de seus destinos.