Notícias

Escrito por Publicado em Notícias

Marcos Naime Pontes

Após o carnaval, costuma-se dizer que o ano começa. Vamos então embarcar no otimismo esperançoso do dito popular e esperar que 2016 comece com tudo de bom para todos.

Apegar-me a essa previsão tem uma razão de ser. Há muitas outras bem catastróficas. Ontem soube do fechamento do restaurante Uffizi, um lugar onde podia estar com frequência e meu sobrinho Enrique dizia ser “o melhor do mundo”.

Ainda aqui no bairro, pelo menos uma farmácia e uma loja de produtos de decoração fazem movimentos de luta e reinvenção para continuar ativas. Torcemos para que haja trabalho para todos e que o comércio se aqueça, bem como a indústria, os serviços e toda nossa economia.

Nesta semana, Beyoncé deu seus ares na discussão sobre o preconceito. Em dois dias mostrou ao mundo sua vivência e sua posição em relação aos assassinatos que a população negra vem sofrendo nos EUA; alerta que também serve para outras partes do mundo, sem excluir o Brasil.

Na mesma linha de pensamento, uma boa dica é assistir ao documentário “What Happened, Miss Simone”, disponível no Netflix. O filme conta a trajetória de vida e de carreira da cantora e pianista que emplacou sucessos como "My Baby Just Cares for Me" e "I Loves You, Porgy". Emocionante!

E enquanto recolhemos os confetes do chão, dê uma olhada na agenda que já temos para março:

  • 04/03: início da nova turma de Formação em Terapia de Família e Casal do nosso instituto;

  • 11 e 12/03: encontro do CDC da ABRATEF e encontro científico da Acatef, em Chapecó – SC. Estaremos por lá e faremos de tudo para ser o melhor encontro; e

  • 19 e 20/03: a Anexa traz Gonzalo Bacigalupe e achamos que será muito produtivo poder conversar com ele sobre o impacto das redes sociais nas relações familiares. Gonzalo já esteve em São Paulo em uma das conferências do XI Congresso Brasileiro de Terapia Familiar e, agora, poderá se aprofundar muito mais em seus temas de estudo. Esperamos encontrar todos por lá!

    E ainda temos muito preparo para o XII Congresso Brasileiro de Terapia Familiar, da ABRATEF, que desta vez será em Gramado – RS.

Escrito por Publicado em Notícias

Estamos nos preparando para iniciar o ano.

Todos, cada um ao seu modo, se preparam para o cotidiano que 2016 anuncia.

Como é sabido, nós entramos neste ano com desafios muito importantes. Reinventar nossa prática e nossa convivência.

Há em todas as instâncias o desejo de nos encontrarmos com o novo e com o familiar.

Escrito por Publicado em Notícias

INÍCIO: 04/03/2016
DURAÇÃO: 3 ANOS
CARGA HORÁRIA: 4 HORAS/AULA SEMANAIS
HORÁRIO: SEXTAS-FEIRAS DAS 8H ÀS 12H
 
Dirigido a profissionais das áreas de humanas, saúde e educação interessados ou envolvidos no trabalho com famílias.

Não perca esta oportunidade para ampliar seus conhecimentos, sua visão e experiência como profissional.
Matrículas:  (11) 5505-8911


Para mais informações, visite nosso site: www.sistemashumanos.org 
 


(clique na imagem para abrir em uma nova guia)



(clique na imagem para abrir em uma nova guia)



PARA REFLETIR
 

“Do terapeuta e do formador pede-se que sejam peregrinos, pois o peregrino mais que o andarilho traz a dimensão da construção do significado e a busca de energias escondidas que serão re-significadas para uma transformação. O emergir da singularidade é para mim o sagrado.”
 
Sandra Fedullo Colombo

Em busca do sagrado
 
Escrito por Publicado em Notícias
INÍCIO: 04/03/2016
DURAÇÃO: 3 ANOS
CARGA HORÁRIA: 4 HORAS/AULA SEMANAIS
HORÁRIO: SEXTAS-FEIRAS DAS 8H ÀS 12H
 
Dirigido a profissionais das áreas de humanas, saúde e educação interessados ou envolvidos no trabalho com famílias.

Não perca esta oportunidade para ampliar seus conhecimentos, sua visão e experiência como profissional.
Matrículas:  (11) 5505-8911


Para mais informações, visite nosso site: www.sistemashumanos.org 
 


(clique na imagem para abrir em uma nova guia)



(clique na imagem para abrir em uma nova guia)



PARA REFLETIR
 

“Do terapeuta e do formador pede-se que sejam peregrinos, pois o peregrino mais que o andarilho traz a dimensão da construção do significado e a busca de energias escondidas que serão re-significadas para uma transformação. O emergir da singularidade é para mim o sagrado.”
 
Sandra Fedullo Colombo

Em busca do sagrado